Rio Grande do Norte

UFRN institui argumento de inclusão da agricultura familiar

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprovou, em sessão ordinária nesta terça-feira, 16, a proposta da resolução que institui argumento de inclusão da agricultura familiar para ingresso em cursos técnicos de nível médio ofertados na Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ/UFRN), pertencentes ao eixo tecnológico de recursos naturais; informação e comunicação; alimentício; turismo; hospitalidade e lazer.

A iniciativa tem como objetivo priorizar o acesso de estudantes pertencentes às famílias que se constituem como produtores da agricultura familiar, a partir do acréscimo de 20% na nota final do candidato no processo seletivo. “Instituir o argumento é mais uma iniciativa que engrandece a nossa instituição”, destacou o reitor da UFRN, José Daniel Diniz Melo, ao ressaltar a importância social e a qualidade dos cursos técnicos ofertados pela EAJ.

Têm direito ao benefício os candidatos que detenham área de até quatro módulos fiscais; utilizem predominantemente mão de obra da própria família nas atividades econômicas; tenham renda familiar predominantemente originada de atividades vinculadas ao próprio estabelecimento ou empreendimento; ou pertençam aos grupos de silvicultores, aquicultores, extrativistas ou pescadores. O argumento de inclusão será utilizado para ingresso a partir do próximo ano letivo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo